Praias e atrações culturais: conheça os pontos turísticos de Itajaí


Nada melhor do que um passeio pela história de uma cidade para entender as raízes e pontos turísticos. Seja fazendo um roteiro cultural ou aproveitando o sol em uma das praias da região, quem visita Itajaí aproveita entretenimento, cultura e natureza no município que fica entre o rio e o mar. 

No centro fica o Palácio Marcos Konder, localizado na rua Hercílio Luz. A construção iniciou em 1921 e terminou em 22 de outubro de 1925 pelo então prefeito Marcos Konder. Chamado de “Superinthendência de Itajhay” ele abrigou os três poderes da República até 1953, quando o Fórum deixou o prédio. 

Foto: divulgação

Em 1973, foi a prefeitura que deixou a construção e em 1999 a estrutura não comportou mais a Câmara de Vereadores. As três torres que compõem o Palácio representam os poderes Judiciário, Executivo e Legislativo.

Após a criação da Fundação Genésio Miranda Lins, o período de 1976 a 1982 foi dedicado à remodelação da estrutura física do Palácio Marcos Konder para abrigar o Museu Histórico de Itajaí, inaugurado em 5 de janeiro de 1982. O Arquivo Histórico e a Biblioteca também ficaram instalados no Palácio até 1998, quando a construção passou por uma reforma no telhado. 

Desde 1999, somente o museu ocupa o espaço e recebe cerca de 25 mil visitantes por ano, entre turistas, moradores e escolas do município. Ao todo são 12 mil peças, divididas em seis coleções: Prefeitura de Itajaí, Poeta, Arte, Numismática e Medalhística, Cidade de Itajaí e Educativa.

Também no Centro Histórico, fica a Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento, que em 1940 foi projetada pelo arquiteto alemão Simão Gramlich e construída pelo Padre José Locks. A inauguração ocorreu 15 anos após o início das obras. A arquitetura é um mesclado entre o gótico e o romântico que impressiona a todos, e por isso se tornou um dos cartões-postais de Itajaí. 

Foto: divulgação

O interior tem inúmeras belezas, como paredes e teto ilustrados com pinturas feitas pelos italianos Emílio Sessa e Aldo Locatelli. Também conta com 55 vitrais com passagens bíblicas, esculturas, detalhes folheados a ouro por toda a parte interna da igreja e sinos europeus.

Nas proximidades também fica a Casa da Cultura Dide Brandão, que foi inaugurada em 1982. O local nasceu com o objetivo de proporcionar um espaço cultural para a comunidade e atualmente oferece cursos, oficinas e espetáculos. 

Foto: divulgação

Também tem sala de leitura, biblioteca, salas de aula, de estudo, auditório e galerias, onde são mostradas diversas formas de atividades artísticas, dando espaço para artistas locais e de outras regiões. Atualmente, a instituição oferece cursos de dança, música e artes cênicas e plásticas.

Ainda descendo pela rua Hercílio Luz é possível conhecer a Casa Burghardt, que foi construída em 1902 e tem estilo eclético de influência germânica. Se destaca pelos quatro frontões, onde cada pavimento é tratado de forma diferenciada. Os frontões que arrematam as extremidades das áreas do sótão e tem curvas e ornatos próprios do barroco alemão.

A Casa Malburg foi construída em 1915 e é uma mansão em estilo hanseático, ou seja, construída nos moldes da liga Hanseática, grupo de cidades da Alemanha que tinham uma associação mercantil. Pertencia à família Malburg, dona da Indústria Malburg, importante para o desenvolvimento da cidade no século XIX.

Foto: divulgação

Já a Casa Konder também é uma das edificações tombadas pelo patrimônio histórico da cidade. Abrigou uma família de imigrantes ativos na vida política republicana. Ao longo do século XX, a edificação teve muitos outros usos. Atualmente abriga a livraria Casa Aberta, um dos primeiros sebos de Santa Catarina e pioneiro em Itajaí.

No calor, visitar as praias é uma boa opção

Itajaí conta com várias praias, mas as mais conhecidas certamente são a Praia de Cabeçudas e a Praia Brava. A primeira que, inclusive foi a pioneira nos banhos de mar, é mais voltada para o ambiente familiar, por causa do mar calmo e ambiente tranquilo e relaxante. 

Foto: divulgação

Moradores e visitantes costumam aproveitar o local para a prática de caminhadas, corridas e demais atividades físicas, uma vez que existem sombreiros estrategicamente plantados em toda a extensão do calçadão.

Já a Praia Brava é o reduto dos apaixonados por sol, mar agitado, badalação e muita música eletrônica, o ambiente perfeito para curtir bons momentos com a galera. Localizada entre Balneário Camboriú e Itajaí, ela foi uma praia praticamente deserta até a década de 1990. 

Foto: divulgação

Porém, o cenário mudou completamente com a instalação dos beach clubs que tornaram a praia referência de qualidade na música eletrônica e fizeram ela passar a ser frequentada por milhares de pessoas, principalmente na temporada de verão.


Maria Luiza

Jornalista em formação, focada em trazer as curiosidades mais legais de Santa Catarina para os leitores.

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha um formato
Quiz de personalidade
Série de perguntas que pretendem revelar algo sobre a personalidade
Teste de trivia
Série de perguntas com respostas certas e erradas que pretende verificar conhecimento
Enquete
Votando para tomar decisões ou determinar opiniões
História
Texto formatado com embutidos e visuais
Lista
Os listículos clássicos da Internet
Contagem regressiva
As contagem regressivas clássicas da Internet
Lista Aberta
Envie seu próprio item e vote para obter a melhor submissão
Lista classificada
Upvote ou downvote para decidir o melhor item da lista
Meme
Carregue suas próprias imagens para fazer memes personalizados
Vídeo
Youtube, Vimeo ou Vine Embeds
Áudio
Embutidos do Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Foto ou GIF
Gif
Formato GIF